PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

Humanos conseguem entender latidos

Este foi o resultado de uma pesquisa que teve a participação de dezenas de voluntários submetidos a diferentes sons como, de uma mãe rindo com seu bebê, um homem roncando e um cachorro uivando e latindo.

Os voluntários tinham que dizer se aqueles sons eram positivos ou negativos e sua intensidade emocional. Segundo os pesquisadores, os sons de curta duração eram percebidos como mais positivos do que os mais longos. Em relação à intensidade, os sons mais altos foram considerados mais intensos tanto se a origem fosse humana quanto animal.

Para os pesquisadores, entender mais sobre o raciocínio pode contribuir para o avanço e implementação de tecnologias de inteligência artificial em robôs.

Acompanhe nas redes sociais

 

Atendimento

PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

 

Cachorraria