PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

Cuide do seu cão na hora de passear de carro

Os cães também passeiam junto aos donos de carro, mas você sabia que existem uma série de cuidados a serem tomados no transporte desses bichinhos? Muitas pessoas permitem que o cachorro fique “de pé” na janela do automóvel. Embora o animal adore a sensação do vento no focinho, isso é extremamente prejudicial à sua saúde, pois pode provocar diversas inflamações no ouvido.

Outra coisa a se preocupar é em não deixá-lo solto durante o trajeto. Além de ser um perigo para o cão, por ficar vulnerável à acidentes, esse ato também implica em multas e pontos na carteira de habilitação.

Produtos para a segurança do cão no automóvel

Há muitas opções no mercado para a segurança do seu cão no automóvel. Alguns exemplos são as caixas de transporte, as cadeirinhas e o cinto de segurança, vendidos em pet shops. As caixas devem ser arejadas e espaçosas, de modo a permitir que o cão possa se movimentar dentro dela. O material também deve ficar preso no cinto do próprio carro ou ficar no chão do veículo, para que não se movimente durante o trajeto. Você deve ter paciência ao adaptar o seu cãozinho na caixa. Ofereça petiscos para mostrar que isso não é algo negativo.

Já as cadeirinhas e cinto de segurança permitem que o pet aproveite melhor o passeio e possa, até mesmo, observar a janela. Entenda a sua necessidade e qual a melhor forma de manter seu cão seguro.

        

Enjoo e vômitos

Muitos animais ficam enjoados e acabam vomitando no automóvel durante o trajeto. O filhote, por ser mais novinho e não estar acostumado, sofre mais com o problema. No entanto, animais mais velhos também são vítimas. Isso ocorre pois eles associam o passeio a mais um momento de estresse e de ansiedade, o que causa vômitos e náusea. Você deve ter paciência e dedicação para ajudar o seu amigo. Faça passeios mais curtos, com paradas para o animal caminhar e fazer suas necessidades.

Para solucionar o problema, converse com o médico veterinário antes das viagens e tente não fazer movimentos muito bruscos ao dirigir, pois os solavancos repercutem nos canais internos do ouvido dos animais, área responsável pelo equilíbrio, causando esse tipo de sintoma. Jamais utilize um medicamento humano para o seu pet, recorra a medicações específicas para uso veterinário. Além disso, não alimente seu cão logo antes do passeio de carro. O estomago cheio facilita as náuseas e vômitos.

Acompanhe nas redes sociais

 

Atendimento

PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

 

Cachorraria