PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

Você leva para casa um novo cão, mas já tem um te esperando. Como fazer para os dois não brigarem? Pois é, eis um desafio. Mas com os conselhos certos, tudo fica mais tranquilo. A Cachorraria da Praça selecionou alguns.

O cão apresentar crises de diarreia não é tão incomum. As causas são muitas e, em alguns casos, podem indicar problemas bem sérios. Devido a isso, é importante sempre consultar o médico veterinário para umamelhor avaliação do estado de saúde do animal. Afinal, ainda que uma mudança na dieta ou a ingestão de alimentos inadequados sejam causas mais comuns da diarreia em cães, parasitas e vermes também podem ser responsáveis por sua ocorrência.

Assim como os cães, os gatos também se comunicam conosco de diferentes maneiras. Os bichanos ora ronronam, ora mimam. Querem brincar e, num instante, querem dormir. Adoram um cafuné e se esfregam nas nossas pernas. Conheça as razões por trás destes comportamentos. Entenda o seu gato.

caoedonoO que melhorar na relação com seu cão para o próximo ano? Pense e se questione: você tem tido tempo suficiente com seu animal de estimação? Tem deixado seu cão ser apenas um cão? Saiba como começar bem o 2014. Abaixo, veja as dicas do adestrador Cesar Millan, o “Encantador de Cães”.

No verão, o problema mais comum e grave enfrentado pelos cães e gatos é o quadro de hipertermia. O ar quente e úmido da estação mais quente do ano prejudica o já limitado mecanismo para controlar a temperatura corporal. Como ambos não transpiram, a respiração acaba sendo o único modo de controle.

Os problemas mais comuns decorrentes da velhice canina são a cegueira, a incontinência urinária e a surdez. Cedo ou tarde, o cão enfrentará os efeitos da idade avançada. É absolutamente normal que, de repente, você perceba que o seu animal não está mais enxergando muito bem quanto antes, por exemplo.

Você tem um cão de pequeno porte? Como é o comportamento do animal? Um pouco agressivo, destemido demais para o seu tamanho? Conduta conhecida por muitos como “síndrome do cachorro pequeno”, até então percebida apenas na prática, ganhou recentemente embasamento teórico em estudo australiano.

Acompanhe nas redes sociais

 

Atendimento

PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

 

Cachorraria