PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

O calor do verão não traz somente transtornos a nós seres humanos. As altas temperaturas da estação também causam problemas aos animais de estimação, como cães e gatos. Portanto, é necessário ter cuidados e estar atento a qualquer sinal de sofrimento do animalzinho.

Com os dias mais quentes e úmidos, cães e gatos têm grande dificuldade em dissipar a temperatura corporal. Devido ao consequente aumento da temperatura do corpo, os animais podem apresentar certo desânimo e sonolência, ou sinais graves de desidratação e choque térmico.

Essa dificuldade se deve ao fato de cães e gatos não possuírem glândulas sudoríparas (produzem suor e regulam a temperatura) pelo corpo. Apenas possuem nas narinas e regiões dos coxins (almofadas das patas). Sendo assim, estes animais regulam o calor do corpo por meio da ofegação.

As pessoas moram em casas e apartamentos com seus animais de estimação. E sabem que tanto cães quanto gatos podem causar transtornos, como arranhar móveis, rasgar almofadas e deixar pelos por toda parte. Ainda sim, esquecem a bagunça quando o cão vem pulando e o gato se enroscando.

Aos donos de cães e gatos, é sempre importante lembrar dos muitos cuidados que se deve tomar para preservar a saúde e o bem-estar dos bichinhos. São imprescindíveis as visitas regulares ao veterinário, os exames anuais completos, o controle de vacinação e o combate aos parasitas. Aliado a esses cuidados médicos, compete aos donos oferecerem aos seus animais, em seus domicílios, uma dieta saudável e também exercícios diários.

Ida ao consultório veterinário. A importância de visitas rotineiras ao médico é a mesma para pessoas e para animais de estimação. Assim, se mantém a saúde em dia. Estas consultas tornam-se mais essenciais à medida que a idade do cão e do gato avança.

01Com as festas de final de ano se aproximando– e as férias do trabalho e da escola também –, as pessoas já começam a planejar onde irão curtir estes momentos especiais em família. Como a escolha mais lógica é viajar para praia ou qualquer outro destino bem longe de casa, para algumas famílias uma dúvida atormenta desde já: onde nosso cão ou gato irá ficar?

Na maioria das vezes, levar animais de estimação juntos na viagem está fora de cogitação. Seja por regras do hotel e da pousada – ou do local de destino –, seja por problemas de saúde do animal ou características da raça. Além disso, cães e gatos não são muito chegados a viagens longas e demoram a se adaptar em ambientes novos.

Cães e gatos podem desenvolver quadros de doenças de pele. As causas são as mais diversas. Podem ter origem por meio da ação de bactérias, fungos e ectoparasitas, como as pulgas. Ou serem consequência de outras doenças, como diabetes e síndrome de Cushing. O fato é que o dono deve estar atento a qualquer indício, contribuindo para a rapidez no diagnóstico e no tratamento.

Há pais que ao ouvirem os apelos dos filhos por um animal de estimação, enxergam apenas bagunça em casa e dor de cabeça em dobro. De fato, os cuidados aumentam a partir do momento que, além das crianças, há um cão ou gato dentro de casa. Porém, estes pais ignoram o lado positivo da convivência de crianças com animais de estimação desde muito cedo.

Ao analisar o quanto esta relação pode ser produtiva, os pais verão que um animal de estimação ajuda a criança a compreender o mundo. Ainda que um cão ou gato não substituam pessoas, a socialização da criança que tem um animal de estimação será maior do que aquela que não possui. Isto porque ao cuidar do animal, a criança irá desenvolver autonomia.

Acompanhe nas redes sociais

 

Atendimento

PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 9291-9172

Cachorraria