PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

Quer mais uma prova da forte ligação dos cães com os seres humanos? Um estudo da Universidade de Londres concluiu que os “melhores amigos do homem” bocejam quando veem as pessoas bocejando. Este seria um sinal de empatia dos cães com os seres humanos, em especial com os seus donos. Uma reação comum, como quando bocejamos ao vermos uma pessoa bocejar.

Para quem é dono de filhote, há práticas que são essenciais para manter o cãozinho saudável e feliz. Primeiramente, os cuidados médicos: as consultas ao médico veterinário devem ser realizadas regularmente (a primeira ida ao consultório deve ser realizada antes dos dois meses de vida do animalzinho).

cãocom guiaDesde filhote, o cão deve ser acostumado a usar coleira e guia nos passeios na rua. Mesmo que o animal seja obediente aos comandos do dono, ambos os acessórios são sinônimos de mais segurança. Por isso mesmo, é bom começar cedo a treinar o cão, ainda filhote, para usar coleira e guia na hora de passear. Assim, evita-se que o animal tente morder ou puxar a guia insistentemente. Ou fuja ao avistar a coleira nas mãos do dono. Além de outros comportamentos.

O diabetes é uma das doenças endócrinas mais frequentes em cães e gatos. Como nos humanos, a doença é caracterizada pela deficiência hormonal que reduz a capacidade do sangue de metabolizar o açúcar. São dois os tipos de diabetes que atingem os animais de estimação.

Cachorraria - Atenção aos ossos de couro dos cãesPara saciar a vontade que os cães têm de roer coisas dentro de casa (chinelos, por exemplo) e também para manter o animal ocupado por muito tempo, os ossos de couro são uma boa solução. Além disso, este tipo de brinquedo ajuda na limpeza dos dentes, na remoção do tártaro e da placa bacteriana. Mas é necessário atenção e cuidados para evitar problemas com os ossos de couro.

caonapraiaA temporada de praia já começou e as idas ao litoral serão intensificadas nas próximas semanas. E as famílias que possuem animais de estimação, como cães e gatos, acabam levando-os na viagem. Ainda que sejam alertados sobre os riscos que a praia pode propiciar à saúde do animal e também da família.

Cachorraria - Correr juntos traz benefícios a você e seu cãoQuer um incentivo para praticar atividades físicas regularmente? Leve seu cão para dar aquela “corridinha” em volta do parque. O animal de estimação puxa o ritmo da corrida, lhe beneficiando e sendo beneficiado. Afinal, os cães precisam realizar exercícios físicos para manter o peso, o bem-estar e a saúde em dia.

Apresentador do programa Dog Whisperer, no canal National Geographic, e autor do livro O Encantador de Cães, o especialista em comportamento canino Cesar Millan concedeu entrevista à revista Pequenos Cães. Leia trechos.

Assim como as pessoas, que sentem saudades e ficam ansiosas para reencontrar o seu animal de estimação, os cães podem agir da mesma forma caso a ausência dos donos seja prolongada ao longo do dia. Devido a isso, é necessário seguir alguns conselhos para que o seu cão não sofra ao ficar sozinho em casa. Primeiramente, o animal deve se acostumar à situação. Do contrário, a separação momentânea pode causar depressão, por exemplo.

Acompanhe nas redes sociais

 

Atendimento

PORTO ALEGRE | Av. Ijuí, 533

Segunda a Sexta das 9h às 19h

Sábado das 9h às 17h

(51) 3321-2559

(51) 3388-6004

(51) 99291-9172

 

Cachorraria